Poetar

Minha poesia é minha filosofia.
No entanto nunca quis ser poeta.
É através dela que penso a vida
Com a alma amadora completa.


Que por ela eu possa reinventar
A vida, a alegria, a dor e o amor.
Que meu verso leia meu leitor
E que com ele sempre possa estar.


Meus poemas não me pertencem,
Eles são mesmo de qualquer um.
De forma que o poeta não deve
Valer mais do que poema algum.


Os versos que nunca termino
Permanecem na minha gaveta.
Pacientes esperam um destino
Antes que deles me esqueça.


E da vida que ainda me resta,
Quando a morte vier me encontrar,
Se a fortuna me quiser coroar
Vão dizer que fui bom poeta.

9 Sussurros:

Everton "Merlin" Soares disse...

E como eu não canso de repetir, e faço isso quase que compulsivamente: "Chutes de poeta não levam perigo a meta". Gostei muito de encontro de ontem, creio que o grupo vá adiante.

Mr. Rickes disse...

Ainda bem que é poeta. O mundo não pode ficar privado desse teu talento. Adorei ti conhecer, mesmo sabendo que tu é uma guriazinha de apartamento.
heaheahhaheahahaehea

0/

Alice do país das maravilhas. disse...

poetizar é livrar a alma do mal.
é purificar.
Poetizamos e purificamos!
Lindo!

Zé urbano disse...

A única riqueza que a poesia nos dá é uma alma nova em cada poetar.Bj.Tem poesia nova no blog!
Que saudade de nunca ter te encontrado!!!!!!!!


ESPIRALADO

O poeta não é gente
e muito menos real.
E por mais que tente
não consegue ser normal.
Se diz a verdade, mente.
Sua mente em espiral.

Zé urbano disse...

Pô, ninguém me convida pra essas reuniões hein! Não aceitam coroa na rodinha (opa!... de amigos)(sai sem querer,desculpa)

Zé urbano disse...

http://sopapoo.blogspot.com
To afim de fazer deste blog um blog em que todos entrem com a senha e email.O Rody acha que vai virar bagunça.Quero saber tua opinião.bj.

Michelle Vasconcelos disse...

Muito bom, Silvana! Gostei bastante do seu estilo e do motivo em questão!

Rody Cáceres disse...

Desculpe a comparação...fiz um leitura rápida e tirei conclusões precipitadas...mas, vamos deixar os medalhões de lado...abraço...

Juliana disse...

Me deixas sem saber o que falar... sempre! Escreves muito bem! Tocas a alma com as palavras.

Quem sou eu

Minha foto
Sou o verbo: o estado, o tempo e a ação contínua.

Pesquisar este blog