O farol


Olhai, comei, bebei!

Junto a tudo o que edifiquei

Veio a sorte má e derrubou.

De tudo, o nada em troca me deixou

E só, com a vida aqui fiquei.

1 Sussurros:

Í.ta** disse...

a vida em si já é muito.

teus versos demonstram isto. ao menos nas leituras que faço.

parabéns pelos escritos.

Quem sou eu

Minha foto
Sou o verbo: o estado, o tempo e a ação contínua.

Pesquisar este blog