Um Deus de dois...

De dois em dois se fez ambivalência
E tudo em dois precisa a encarnação.
Se em duas faces mostra onisciência
Oposto é sempre tudo em suas mãos
E em nada é só a conciência.

De dois em dois divide a excelência
Pois em dois se equilibra a boa ação.
Somente em dois se dá a asa a sapiência
E entre dois divide em meia essência
Para juntar depois em Criação.

2 Sussurros:

Delírios Cotidianos disse...

Façamos tudo ímpar pois
Para perpetuar a nossa arte
Devaneios, duplas, tudo faz parte
Para que o um se transforme em dois.

Mas não façamos confusão
Cada qual com sua importância
Com gênero e grau, dada a relevância
Dos que bem escrevem entre aqueles que não.


Eu e minhas loucuras instantâneas!! Adorei o escrito, pois sempre lutamos para adquirir a individualidade e reconhecimento, mas no entanto, quem somos nós sem os pares para comemorar e expor as nossas vitórias e angústias. E felizes dos que o tem...

Freak disse...

tudo tem dois lados...até uma única parte de nós mesmos...

adorei, silvaninha! saudade! :)

Quem sou eu

Minha foto
Sou o verbo: o estado, o tempo e a ação contínua.

Pesquisar este blog